Gestante

O que muda na casa com a chegada do bebê?

21 de Novembro de 2017

Olá, hoje vou falar um pouquinho do que muda na rotina da família com a chegada do bebê.

Com a chegada do bebê a rotina familiar muda completamente, principalmente quando é o primeiro filho.  A família precisa de tempo para conhecer o bebê e o bebê também precisa deste tempo. Ele precisa ficar juntinho com os pais ou companheiros, para que se conecte a ambos. É muito importante que a família organize-se e prepare-se para esta chegada. Quanto mais informações de qualidade tiverem durante a gestação, mais tranquila será a adaptação. Não há regras, é impossível saber como será o bebê, se dormirá com facilidade, se vai chorar muito ou pouco. Assim, sempre sugiro que a família mantenha-se o mais unida possível no pós-parto. A mulher neste período fica fragilizada e precisa de muito apoio. Se o parceiro puder agendar férias para acompanhar o primeiro mês do bebê é excelente para que a família já vá entrando no clima da cooperação. Pensar que aquele bebê que estava tranquilo dentro da barriga agora vai se alimentar do leite que o corpo produzirá, é fascinante e assustador para muitas mulheres.

Papai dormindo com o bebê

Papai dormindo com o bebê

Ter ajuda do companheiro, funcionária ou alguém da família, traz segurança. É muito bom saber que terá uma pessoa para ficar com o bebê, enquanto toma um banho, alimenta-se ou cuida-se um pouco, pois, no início a demanda de cuidados com a criança é exaustiva. É necessário também pensar na limpeza da casa nas primeiras semanas e abastecer a despenda para pelo menos 20 dias. Se a família não tiver alguém para cozinhar diariamente, o ideal é deixar porções congeladas para a primeira semana.  Ou já escolher fornecedores de refeições que possam entregar em domicilio quando necessário. Hoje, há quem faça comida saudável e embale a vácuo, e é possível comprar pacotes para quinze dias, por exemplo.

Alimentos saudáveis

Alimentos saudáveis

Depois do primeiro mês tudo começa se encaixar e a família vai mantendo o que deu certo e adaptando o que ainda não está funcionando. Uma criança que nasce é um ser único e o que deu certo com um bebê, pode não dar certo com outro, por isso é importante não fazer comparações e cada família estabelecer seu próprio ritmo. É necessário lembrar sempre que os parceiros devem estar juntos para transformar este aprendizado em alegria e não enfatizar as dificuldades. Até porquê, depois do nascimento sempre tem uma novidade, e quando se entende o que está acontecendo…, surge uma nova fase e assim por diante.

Apesar dos sentimentos de medo, dúvidas e inseguranças que passamos ao nos tornarmos mães e pais, o melhor é saber que nos transformamos em alguém que não imaginávamos e que descobrimos um amor inexplicável e inesgotável.

O melhor a fazer é viver um dia de cada vez, aproveitar o hoje e curtir o bebê, pois, tudo passa muito rápido e se você não curtir…vai perder!!!!!

Coração de Framboesa

Coração de Framboesa

Um grande beijo!

Se gostou peço que curta e compartilhe!!!!

 

Elaine Gouvea

 

 

 

Compartilhe
Perfil masculino remetendo ao cerebro

Você sabe o que é Mapa Mental?

24 de Agosto de 2017

 

Olá! Muitas mães tem me procurado, dizendo que esquecem tarefas, se perdem nos compromissos, se veem perdidas e sem saber onde querem chegar.

Achei interessante escrever sobre Mapa Mental ou Mapa da Mente. Esse é o nome dado para um tipo de diagrama, sistematizado pelo psicólogo inglês Tony Buzan, voltado para a gestão de informações e de conhecimento. É muito usado para organização do pensamento, para que os objetivos não se percam na correria do dia a dia.

Continue reading Você sabe o que é Mapa Mental?

Compartilhe

O que eu fiz em 2016

Olá! Vou começar o blog contando um pouco do que fiz em 2016. Em Março, participei do Encontro Empreender Mulher ( foto acima), que foi uma delícia.  Foi uma manhã muito gostosa, na qual tive o prazer de conhecer muitas colegas que atuam como Personal Organizers.

Continue reading O que eu fiz em 2016

Compartilhe